Evangelho do dia

A FESTA QUE JÁ DURA 2 MIL ANOS!

   `Dizei aos convidados: já preparei o banquete, os bois e os animais cevados já foram abatidos e tudo está pronto. Vinde para a festa!’  Mt 22, 4

    Este é o evangelho dos convidados para um grande banquete. É claro que a grande festa será no céu,  mas sempre podemos levar em conta que o reino de Deus começa aqui na Terra, o banquete já está sendo servido há dois mil anos, o convite é para hoje à noite.

     Quando escuto essa leitura imagino um grande salão de festa, muito bonito, com enormes letras na fachada: A VONTADE DE DEUS. 

     Esse é o nome do salão. Lá dentro escuto vozes, risadas, música. Mas estou de fora. 

     Isto me recorda algumas situações da minha infância. Uma sensação péssima que eu sempre tinha, quando estava no meu quarto, sozinho, triste por algum motivo,  e escutava vozes e risadas do pessoal da casa, vindas da sala ou da cozinha. Eu ficava na cama, esperando um improvável sono que me fizesse dormir, enquanto a vida continuava fora do quarto e as pessoas estavam felizes.

     Esta mesma sensação tenho diante desse salão de festas da vontade de Deus. Ali dentro estão os que aceitaram o convite. Quando eu olho o rosto de cada um que vai entrando ali, vejo que possuem uma alegria sem prazo de validade, um sorriso entalhado nos lábios, impossível de ser apagado, uma satisfação por estarem no lugar certo tatuada por todo o corpo, um sentimento de gratidão implantado no coração por toda a vida.

     Enquanto isso, estou de fora, escutando as vozes, as risadas, as músicas. 

     Tenho o convite nas mãos. Leio o cardápio. É variado e delicioso. O buffet que fornece a comida é bastante conhecido. Vem escrito em letras grandes no convite: A CRUZ DE CRISTO.

     Ouço uma das músicas que estão tocando. ” A cruz gloriosa,  do Senhor ressuscitado… Dela me nutro, nela me deleito…”

     Lá dentro do salão estão os que tomaram a sua Cruz e seguiram a Cristo. E descobriram que o fardo era leve. Estão lá dentro se alimentando da Cruz Gloriosa. Eu estou de fora, me contentando com um bom pedaço de bife acebolado, que isso sim me deixa satisfeito!

     Mas o verdadeiro banquete não está sendo servido na solidão das minhas vontades e desejos. Está sendo servido, há dois mil anos, na mesa cheia de alegria, sorriso e gratidão daqueles que aceitaram o convite da Cruz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s