Evangelho do dia

JESUS ERA PÉSSIMO EM MATEMÁTICA 

     Chegada a tarde, aproximaram-se dele seus discípulos dizendo: “O lugar é deserto e a hora está avançada. Despede as multidões para que vão aos povoados comprar alimento para si”. Mas Jesus lhes disse: “Não é preciso que vão embora. Dai-lhes vós mesmos de comer”. Ao que os discípulos responderam: “Só temos aqui cinco pães e dois peixes “. Disse Jesus: “Trazei-os aqui”. 

Mt 14, 16-18


    Depois de ler algumas passagens da bíblia, cheguei a conclusão que Jesus não sabe fazer conta: Com 5 pães e 2 peixes ele quer alimentar 5000 homens. Com o mesmo salário ele quer pagar o trabalhador que trabalhou o dia inteiro e o que trabalhou apenas uma hora, e acha que a conta é justa. Considera que o valor de uma ovelha perdida é maior que as outras 99. E daquele que não tem nada, acha possível tirar até mesmo o que têm.

     Jesus era péssimo em matemática! Bom, pelo menos depois de muitos anos eu descobri alguma coisa em comum entre nós dois.

     Mas o que me chama atenção neste evangelho da multiplicação dos pães é o controle da situação por parte de Jesus. A multidão é imensa e está faminta. O que os apóstolos têm a oferecer é insignificante. Eles ficam apavorados quando Jesus pede que eles mesmo deem de comer. Mas em nenhum momento Jesus se assusta com o tamanho da multidão nem se escandaliza com o pouco que eles têm a oferecer.

     Jesus tem plena consciência da fraqueza e da incapacidade daqueles que o seguem. Mas sabe também o quanto ele pode realizar com nossas misérias. 

     Se Jesus lhe deu uma tarefa a cumprir, e você sente que com o que você tem ou do jeito que você é,  a tarefa não será cumprida, relaxa. Se o dinheiro que você tem não dá pra comprar o que Jesus lhe pede, fique tranquilo, é porque ele não sabe fazer conta mesmo. Mas vai dar certo.

     Nunca devemos negar a Jesus o pouco que temos, a pequenez que somos.

     Talvez aconteça um dia de termos que falar de Deus a alguém. Quem sabe uma pessoa precisando de conselhos, alguém desesperado diante de uma grande perda, um amigo doente sem esperanças, alguém esperando que você bata na porta e peça pra entrar… E podemos pensar: “Senhor, não sei falar de ti.Talvez eu só consiga pronunciar 5 palavras e nada mais.  E talvez eu dê 2 sorrisos.”

     Pode ser que Jesus conquiste uma alma para o paraíso com suas 5 palavras e 2 sorrisos, uma alma que conquistará outra que conquistará outra e outra e assim milhares ganharão o reino dos céus por causa do teu discurso simples e do seu sorriso humilde. 

     Ora, o que eu tenho para oferecer às multidões famintas da palavra de Deus? Famintas da beleza do amor de Deus? Eu tenho minha família,  meus filhos. Tenho sete, por coincidência. 5 pãezinhos e 2 peixinhas. Tenho para oferecer o que sou, o pouco que obedeci, o pouco que caminhei.

      Todos tem o seu dia a dia. O seu pequeno sofrimento diário. A família que você cuida com o suor do teu trabalho. Os filhos que lhe custaram noites sem dormir. É pouco?  Nossa vida é muito pequena diante da imensidão do mundo?  O que tenho a oferecer é pouco diante do que me pedem?

     A conclusão é simples. No campo espiritual, o diabo, que é um exímio matemático,  sempre nos leva a pensar que as despesas que teremos serão maiores que as receitas que temos.

     Não se preocupe. Quem vai pagar é Jesus. E ele não sabe fazer conta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s