Abertura à Vida

O QUE É ABERTURA À VIDA? parte I

de um autor católico anônimo deste século 

 

APRESENTO-LHE O DONO DO SEU CORPO

Abertura à vida é uma expressão que revela a atitude de um casal em relação à sexualidade, ao planejamento familiar, ao matrimônio e à influência de Deus em suas vidas.

Estar aberto à vida ou não significa estar aberto à Deus ou aberto à si próprio. Significa aceitar e compreender a existência de Deus ou adular e satisfazer a sua própria existência.

Normalmente a expressão abertos à vida é atribuída ao casal com muitos filhos, mas formar uma família numerosa é apenas uma das moedas desse imenso tesouro que a Igreja nos oferece.

O primeiro passo em direção à essa grande riqueza, segundo consta no mapa do tesouro que temos em mãos ( mapa que foi desenhado por vários santos ), é o passo maior e o mais difícil.

A primeira coisa necessária é reconhecer que somos criaturas. Ou seja, fomos criados, ou seja, não somos os maiores nem os melhores. Essa transição de mentalidade é muito difícil pois estamos acostumados a ouvir frases como: penso logo existo, e achar uma frase bastante inteligente, racional e verdadeira. Caímos facilmente na cilada de achar que é verdadeiro tudo o que é dito com inteligência.

Mas, na verdade, existimos porque fomos pensados por Deus.

Não só pensados mas também projetados e fabricados por Deus. A consequência lógica desse fato é simples, porém muitas pessoas não conseguem compreender, e o fato é que se nos acostumarmos a olhar para cima descobriremos que o céu é mais bonito que nosso umbigo.

O problema nosso é que quando ouvimos alguém dizer: você pode, você consegue, você é dono de si, a sua história é você quem faz, a felicidade está em suas mãos… Tudo isso nos enche de motivação,  e nos anima, e nos dá esperança. Entretanto, não passam de slogans. É pura propaganda, e propaganda enganosa.

Você não pode nada. Você não é dono da sua história. Você nem é dono do seu próprio corpo. Ele foi pensado, projetado e fabricado por Deus. A sua felicidade está nas mãos de Deus. E olha bem as marcas nas mãos Dele.

Você não é proprietário. Você  é propriedade.

Tem alguns livros que são escritos para ajudar as pessoas e recebem o curioso título de auto-ajuda. O conteúdo pode ser interessante, mas repara na palavra auto-ajuda. Não se engane. Quem somente se auto-ajuda, acaba se auto-destruindo.

Em vez da auto-ajuda, prefira a ajuda do alto.

Ainda temos muito que falar. Mas não cabe tudo aqui. Deixemos para uma outra ocasião. O importante agora é sabermos que não podemos pensar em Deus só quando se trata dos nossos sentimentos, ou da nossa alma, mas pricipalmente, e repito, principalmente quando pensamos em nossos corpos.

A abertura à vida dispõe o teu corpo primeiro para Deus. Depois dispõe o teu corpo para a tua esposa ou marido. E depois dispõe teu corpo para teus filhos. Seguindo esta ordem e hierarquia.

Mas e eu? poderia você perguntar. Ora, quando pensar em teu corpo, não pense em você. Aliás, se você quer entender, assim como eu, o que é abertura à vida, não pense em você por enquanto.
… continua.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s