Evangelho do dia

ELA ESCOLHEU A MELHOR PARTE. E NÃO FOI A MAIS FÁCIL. 

Meu Senhor, se ganhei tua amizade, peço-te que não prossigas viagem, sem parar junto a mim, teu servo.

Gn 18, 3

O Senhor, porém, lhe respondeu:
‘Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas. Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada.’

 Lc 10, 41-42
     Neste evangelho temos a famosa cena de Marta e Maria. Sempre me pareceu que Marta escolhe o mais difícil,  o trabalho, e Maria fica no bem bom, sossegada, ouvindo à Cristo.

     Hoje eu assisto a esta cena com outros olhos. 

     Antes, porém, raciocino a respeito da hospitalidade. Abraão nos dá uma lição, recebendo os três homens em sua tenda. Na verdade ele estava recebendo a Deus.

     Nós somos chamados a praticar a hospitalidade. Porém,  em primeiro lugar, devemos aprender a receber o mais importante hóspede de todos: Jesus Cristo. 

      Em cada missa ele vem se hospedar em nossas mãos, vem fazer morada em nossos próprios corpos.

     Ás vezes estamos preocupados com outras coisas. Mesmo dentro da Igreja, nos envolvemos em muitos trabalhos, pastorais, etc, e nos esquecemos da melhor parte. 

     Esta é a melhor parte: estar face a face com Nosso Senhor Jesus Cristo. Toca-lo com as mãos na comunhão. Nos alimentar-nos de sua carne. Esta é a melhor parte. 

     Partir como missionário para a África não é o mais difícil. Isto é apenas um serviço. Difícil é rezar. Difícil é levar uma vida de oração e intimidade com Jesus Cristo. Difícil é recebe-lo na comunhão e ter a certeza de ter recebido o maior tesouro do universo.

     Uma vida de oração é uma opção por Jesus Cristo. E isto envolve sempre um desapego de si mesmo. Esta é a parte difícil. Uma vida de oração e intimidade com Cristo não significa deixar de trabalhar. Significa trabalhar olhando para Cristo.

     Olho para Marta e Maria. Marta não escolheu o mais difícil. Marta escolheu trabalhar. Já Maria, sua irmã, escolheu dar a vida. 

     Maria decidiu-se pela melhor parte.     Maria escolheu a amizade com Cristo. Maria escolheu a intimidade com a Cruz.

     Ela escolheu a liberdade de ser amada. Ela escolheu aceitar viver e aceitar morrer.

     Maria ficou com a melhor parte. 

     Maria escolheu amar e sofrer.

Um comentário em “ELA ESCOLHEU A MELHOR PARTE. E NÃO FOI A MAIS FÁCIL. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s